Dr. Fernando Giovanella

Especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilo-facial

Mestre em Implantodontia

Blog

Disfunção temporomandibular (DTM) – etiologia complexa, diagnóstico complexo

Disfunção têmporo-mandibular

O tratamento das disfunções têmporomandibulares (DTM), exige por parte dos profissionais que estejam em constante estudo e atualização, uma vez que, inúmeras são as doenças que podem afetar a região orofacial. Sendo assim, todo tratamento só deve ser instituído após um correto diagnóstico, o qual na maioria das vezes, não é feito de imediato, exigindo uma avaliação completa e multiprofissional.

Grande parte das dores faciais é de origem dental, sendo prontamente diagnosticada e tratada. Porém, quando não é dental, a maioria das dores se enquadra nos problemas músculo-esqueléticos, podendo ser tanto problemas musculares quanto problemas no posicionamento do disco articular, bem como as diversas formas de artrite.

Outras causas de dor na região orofacial que devem ser avaliadas são as doenças neurovasculares, neuropáticas e até mesmo psicogênicas. Em cada uma dessas classes, se abre um leque de possibilidades diagnósticas.

Tende em vista a complexidade de fatores envolvidos na etiologia das dores orofaciais, a avaliação clínica do paciente é uma etapa fundamental, e nenhuma consulta inicial para avaliação de DTM deveria levar menos de 1 hora. A partir disso, se avalia a necessidade de solicitações de exames adicionais (exames de imagem, laboratoriais), possíveis avaliações de outros profissionais de saúde, para só então fechar o diagnóstico e instituir um tratamento.

Voltar ao topo